quinta-feira, 5 de junho de 2008

Liberdade de Imprensa

A Justiça Federal de Curitiba extinguiu a ação judicial
que impunha censura prévia ao governador Roberto Requião na programação da Rádio e TV Paraná Educativa.
A sentença da juíza federal Tani Maria Wurster,
proferida na última sexta-feira (30),
foi publicada nesta quarta-feira (4).
LEIA MAIS....
http://www.aenoticias.pr.gov.br/modules/news/article.php?storyid=38194

2 comentários:

Eddie Chubie disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Eddie Chubie disse...

.
.
No Brasil ainda tem esses coronéis que querem calar os adversários, e se utilizam de juízes, desembargadores e cupinchas, todos os cretinos que se regozijam do corporativismo e coronelismo.
.
José Serra é um desses tipos de cretinos.
.
Recentemente o governador usou do expediente coronelista para demitir Neschling da direção da Osesp.
.
Até o jornal francês Le Monde - que quando sai com as páginas em branco é melhor do que o PiG - fez comentários, e extendeu a matéria a elogios entusiasmados sobre Villa Lobos.
.
O jornal francês Le Monde - que quando sai com as páginas em branco é melhor do que o PiG - fez comentários entusiasmados sobre Villa Lobos.
.
A manchete era: “Le génie tropical”.
.
O Monde recomendou o CD da Bis com Neschling e a Osesp com os Choros 2, 3, 10 e 12.
.
O Monde comparou Villa Lobos a Sibelius e Schumann.
.
Disse que o Choros # 10 é “bárbaro” e “primitivo” de forma “extraordinária, embora se perceba a influência da Sagração da Primavera de Stravinsky”.
.
Sobre Neschling, o Monde disse que ele regia a Osesp e Villa com “excelência”.
.
E que Neschling é um “infatigável defensor da música flamboyante e tropical de seu compatriota Villa Lobos”.
.
Alain Lompech (crítico musical e editor do jornal francês) disse que ”o mundo musical voltava os olhos à Osesp e Neschling será conhecido por seu trabalho, o mais excepcional no Brasil desde Villa-Lobos”.
.
Sobre a saída do maestro Alain Lompech disse que ”se trata de uma perda incomensurável para a cultura brasileira e para o conhecimento que se pode ter, noutros países, das riquezas naturais do Brasil”.
.
A mediocridade de José Serra não podia respirar do mesmo oxigênio de Neschling (e Villa Lobos).
.
Porque José Serra só respira oxigênio poluído!
.
Tudo começou quando Serra era prefeito de SP.
.
Voce se lembra que ele assinou, na Folha de SP, documento em que dizia que ficaria no cargo de prefeito até o fim.
.
Foi uma das promesas 171 que o safado tucano não cumpriu.
.
Na época Serra mandou Neschling levar a Osesp para uma “Virada Cultural”.
.
Neschling perguntou ao intermediário se, no local (um parque aberto), haveria mictório para 100 músicos.
.
O interlocutor disse que não.
.
Neschling disse que, sem mictório, a orquestra não poderia tocar.
.
O interlocutor ficou de resolver o problema.
.
Não resolveu.
.
E a Osesp não foi.
.
Serra ficou uma fera e jurou destruir Neschling.
.
Foi o que começou a fazer, assim que rasgou o documento da Folha de SP e foi ser governador de São Paulo (provisoriamente, já que, em 2010, ele acha que assume a Presidência.)
.
E com a valiosa ajuda do seu cachorro de estimação FHC, Serra iniciou a campanha para “destruir” Neschling.
.
Sabe quem é o presidente do “Conselho” da Osesp ? FHC.
.
Foi ele quem fez vistas grossas à perseguição de Serrágio a Neschling.
.
Um cretino e um cachorro, José Serra e FHC, que não deixarão impressões digitais na história cultural do Brasil. Nenhuma!!
.
E a mando de Serra, o Farol de Alexandria, rompeu o contrato de Neschling que ia até 2010.
.
E disse que foi por justa causa.
.
O típico argumento daqueles empresários do Conselho da Osesp:
.
São aqueles tipos de empresários tucanos que estão em busca de emprego (diante das atribulações terminais de suas empresas).
.
O argumento do Farol é que Neschling é um desbocado.
.
O resto é uma sequência de arbitrariedades de um Putin que não pode conviver com o talento.
.
Diga aí, que talento habita, por exemplo, o secretariado do José Serra?
.
O Putin Serra disse que John Neschling é irascível.
.
É verdade.
.
E, na raça, construiu uma obra que ficará gravada na história cultural do Brasil.
.
Neschling ressuscitou a Osesp enquanto Mário Covas e Geraldo Alckmin eram governadores de São Paulo.
.
Quando FHC era presidente da República, seu Ministro das Comunicações, Sérgio Motta, disse que o trabalho da antropóloga Ruth Cardoso não passava de masturbação.
.
O que o Farol fez?
.
Nada.
.
Só disse: “sabe como é, é o temperamento dele”.
.
O Farol faz o que José Serra manda.
.
Antes de tomar posse do primeiro Governo, um jornalista perguntou a FHC se Serra seria ministro de seu Governo.
.
”Nem pensar, ele disse. Se o Serra sentar numa cadeira do Ministério ele vai querer mandar no Governo todo”.
.
E ali na frente do tal jornalista conversou por telefone com o futuro Ministro, inimigo de José Serra até hoje, ele, sim, confirmadíssimo, Pedro Malan.
.
Serra foi ministro duas vezes: do Planejamento e da Saúde.
.
Em tempo: foi na gestão de Serra que houve o escândalo dos sanguessugas, lembram?
.
Mas quem determinou que o Farol nomeasse Serra?
.
Serjão !!
.
Serjão uniu Serra e FHC até a morte!
.
Putin Serra e o Farol não conseguiriam ter Toscanini como diretor da orquestra.
.
Toscanini era insuportável. Um gênio furibundo.
.
O Farol e o Putin Serra preferem Furtwangler.
.
Aquele que serviu a Hitler com devoção.
.
Na cerimônia de posse, o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, disse que José Serra é o “nosso maestro”.
.
Agora, sim, poderemos entender tudo !
.
O Serra acha que, a partir de 2010, vai acumular a Presidência da República com a regência da Osesp.
.
Nem Toscanini, nem Neschling: o maestro é José Serra !
.
Por enquanto ele sonha, e com o método Putin de governar SP, disse que Neschling ganhava demais, e mandou Neschling embora.
.
Veja nesse vídeo o que Neschiling fala de José Serra: http://br.youtube.com/watch?hl=pt&v=JKy2OEq-bC8&gl=BR&eurl=
.
E se você mora em São Paulo, compre o CD da BIS e vá à forra…
.
Vamos esperar quando FHC for a Paris (se o juiz De Sanctis não decretar a prisão dele antes) e o repórter do Monde perguntar por que a orquestra dele deixou Neschling ir embora?
.
O que dirá o Farol?
.
Provavelmente nada, para não contrarias o chefe dele - José Serra.
.
Conforme diz um jornalista famoso, o jeito Serra de governar é muito simples: é o jeito Putin de governar.
.
Faça como Putin e o Stálin e tape a boca da imprensa.
.
Só isso.
.
Foi o que ele fez com a verba das universidades.
(José Serra quer controlar os R$ 5,5 bilhões/ano que as universidades do Estado de São Paulo administra(va)m)
.
Foi o que ele fez com o Blog Flitparalisante.
.
Foi o que ele fez com a Polícia de SP permitindo a confrontação entre Policiais Militares e Civís, que na verdade foi a cortina de fumaça que ele criou para desviar a atenção da mídia após matar a menina Eloá Pimentel!!
.
Ele baixa o decreto, ninguém percebe, a coisa vai, vai, e torna-se fato consumado.
.
Com o que ele não contava era com a greve de estudantes e funcionários da USP.
.
Seria escandaloso se a imprensa não cobrisse o acontecimento, ainda que séculos depois ...
.
A Folha de S. Paulo, usualmente o house-organ do Governo Serra, publicou um debate com dois respeitados intelectuais e professores de São Paulo: Francisco de Oliveira, a favor da invasão dos estudantes - “um movimento em defesa da universidade”; e Maria Herminia Tavares de Almeida dizendo: "a invasão não é uma forma civilizada de protestar".
.
Isso é uma divergência sobre a FORMA de protestar.
.
Porque, no CONTEÚDO, os dois estão mais próximos do que parece.
.
Francisco de Oliveira diz assim: “É odioso que o governador senhor José Serra, que no passado foi presidente da UNE, ... use desses meios para restringir financeiramente a universidade... Não adianta o secretário de ensino superior vir e dar nó em pingo d’água”.
.
Diz a professora Maria Herminia, sobre a política do Governo do estado: “Eu não consigo entender qual é a política do Governo do Estado. Na verdade, o Governo tem batido a cabeça desde o começo”.
.
Sobre a ocupação da USP pela Polícia Militar (o que parece ser o último recurso de Putin), diz Francisco de Oliveira: “Mandar, por uma medida judicial, invadir a universidade é, realmente, desprezível. Não há outro nome. Ele (Serra) deveria retomar as fotos e filmes de 64 e ver a sede da UNE queimada, para ver se refresca a memória”.
.
Sobre a ocupação, diz Maria Hermínia: “Acho que a pior solução possível é que a polícia entre (no campus). A última vez que a polícia entrou, eu era estudante ainda. Eu tenho péssima lembrança e acho que isso deveria ser evitado”.
.
Como se viu no noticiário, aparentemente o presidente eleito José Serra recorreu aos préstimos do Senador Eduardo Suplicy, do PSDB de São Paulo, inscrito no PT.
.
Suplicy apareceu na USP, munido de poderoso celular, disponível para as câmeras de tevê, como auto-nomeado mediador.
.
Para aproveitar a sugestão do professor Francisco de Oliveira - alguém que saiba como acessar fotos do José Serra quando era presidente da UNE, inclusive de sua apagada participação no Comício da Central que precedeu de poucos dias o golpe contra João Goulart, poderia informar aos membros dessa comunidade no orkut???
.
Seria interessante prestar esse serviço à memória iconográfica de São Paulo.
.
Tambem seria interessante José Serra explicar pq está gastando dinheiro (dos paulistanos) em campanha a presidente da república veiculando propagandas da Sabesp até no Acre!
.
Ele e o presidente da Sabesp Gesner de Oliveira dizem que vão exportar a "tecnologia de esgoto a céu aberto" para o Acre e para o Iraque!
.
Enquanto os moradores do Jardim Peri em SP tem que pisar no esgôto que sai - dos canos da Sabesp - para as calçadas e ruas do bairro.
.
Mas façamos todos um perguntinha para a Sabesp:
.
É essa a "tecnologia" que a empresa pretende levar a outros estados (e até outros países)?
.
É esse o nível de excelência que a Sabesp atingiu, que justifica o gasto com publicidade fora de São Paulo a título de buscar novos mercados como argumentou José Serra?
.
O Gesner – que reassumiu o cargo de caixa da campanha presidencial de José Serra – garante que o trambique é perfeitamente legal.
.
Segundo Gesner, a Sabesp é uma empresa de capital aberto que pretende atuar em outros estados e até no exterior e por isso faz propaganda para mostrar como é competente.
.
Façamos todos uma perguntinha tambem para a CVM:
.
E os investidores minoritários da Sabesp, os que compraram as ações da empresa na Bolsa, como ficam? .
.
O que a CVM vai fazer para defendê-los?
.
Aliás, para que serve a CVM?
.
Sabe-se, que Serra é, desde sempre, desde que nasceu, candidato a Presidente da República.
.
Trata-se de um delírio.
.
Porque, como se sabe, ele jamais será Presidente da República.
.
Nem com os votos da Paraíba ou do Acre.
.
Porém, a presunção da derrota não o exime de um crime eleitoral!
.
Então..
.
Façamos uma perguntinha, agora para o TSE - Min. Carlos Ayres Brito:
.
O senhor acha razoável que um declarado candidato a Presidente da República possa vender serviços de esgoto no Acre?
.
Com o dinheiro dos impostos dos paulistanos?
.
Caríssimo Ministro, não seria isso mais um dos crimes praticados pelo supra-citado governador Serra?
.
.